Efeitos da atividade física no desenvolvimento global de indivíduos com autismo: uma revisão narrativa

Juliana Dias de Lima

Resumo


Objetivou-se analisar, por meio de revisão narrativa de literatura, evidências de pesquisas que apresentem os efeitos de atividade física no desenvolvimento global de indivíduos com Transtorno do Espectro Autista – TEA. As buscas foram realizadas nas bases de dados Periódicos CAPES e Portal BVS – Biblioteca Virtual em Saúde. Observou-se que as publicações sobre o assunto ainda são limitadas, tendo em vista o tamanho da amostra. É preciso avançar na produção científica, através da realização de mais pesquisas, para esclarecer a relação entre atividade física e autismo, ampliando as possibilidades terapêuticas e multidisciplinares no cuidado da pessoa com TEA.


Palavras-chave


Transtorno autístico, atividade física, atenção psicossocial

Texto completo:

PDF

Referências


Soares AM, Cavalcante Neto JL. Avaliação do Comportamento Motor em Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo: uma revisão sistemática. Rev bras educ espec. 2015;21(3):445-458.

Aguiar RP, Pereira FS, Bauman CD. Importância da prática de atividade física para as pessoas com autismo. Journal of Health & Biological Sciences. 2017;5(2):178-183.

Lima RC, Couto MCV, Solis FP, Oliveira BDCd, Delgado PGG. Atenção psicossocial a crianças e adolescentes com autismo nos CAPSi da região metropolitana do Rio de Janeiro. Saúde e Sociedade. 2017;26:196-207.

Lourenço CCV, Esteves MDL, Corredeira RMN, Seabra AFTE. Avaliação dos Efeitos de Programas de Intervenção de Atividade Física em Indivíduos com Transtorno do Espectro do Autismo. Revista Brasileira de Educação Especial. 2015;21(2):319-328.

Schmitz Olin S, McFadden BA, Golem DL, et al. The Effects of Exercise Dose on Stereotypical Behavior in Children with Autism. Med Sci Sports Exerc. 2017;49(5):983-990.

Lourenço CCV, Esteves MDL, Corredeira RMN, Seabra AFTE. A Eficácia de um Programa de Treino de Trampolins na Proficiência Motora de Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo1. Revista Brasileira de Educação Especial. 2016;22(1):39-48.

Mesquita H, Serrano J, Petrica J, Batista M, Almeida D. Efeitos da atividade física adaptada no perfil psicomotor de uma criança com espetro de autismo. E-balonmanocom: Revista de Ciencias del Deporte. 2015;11(5):131-132.

Steiner H, Kertesz Z. Effects of therapeutic horse riding on gait cycle parameters and some aspects of behavior of children with autism. Acta Physiol Hung. 2015;102(3):324-335.

Hinckson EA, Dickinson A, Water T, Sands M, Penman L. Physical activity, dietary habits and overall health in overweight and obese children and youth with intellectual disability or autism. Res Dev Disabil. 2013;34(4):1170-1178.

Yanardag M, Akmanoglu N, Yilmaz I. The effectiveness of video prompting on teaching aquatic play skills for children with autism. Disabil Rehabil. 2013;35(1):47-56.

Bass MM, Duchowny CA, Llabre MM. The effect of therapeutic horseback riding on social functioning in children with autism. J Autism Dev Disord. 2009;39(9):1261-1267.

Yilmaz I, Yanarda M, Birkan B, Bumin G. Effects of swimming training on physical fitness and water orientation in autism. Pediatr Int. 2004;46(5):624-626.

Celiberti DA, Bobo HE, Kelly KS, Harris SL, Handleman JS. The differential and temporal effects of antecedent exercise on the self-stimulatory behavior of a child with autism. Res Dev Disabil. 1997;18(2):139-150.

Rosenthal-Malek A, Mitchell S. Brief report: the effects of exercise on the self-stimulatory behaviors and positive responding of adolescents with autism. J Autism Dev Disord. 1997;27(2):193-202.

Elliott RO, Dobbin AR, Rose GD, Soper HV. Vigorous, aerobic exercise versus general motor training activities: effects on maladaptive and stereotypic behaviors of adults with both autism and mental retardation. J Autism Dev Disord. 1994;24(5):565-576.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.